sábado, março 14, 2015

"Sunshine - O que tem deixado meus dias cinzentos mais ensolarados" - Feliz #Dianacionaldapoesia

Dia 14 de março...dia nacional da poesia! Hoje o post da tag "Sunshine - O que tem deixado meus dias cinzento mais ensolarados" é super especial! Vamos falar de poesia?
Reuni aqui alguns poetas que gosto muito...(Foi difícil me conter, viu...)


Cáh Morandi é poetisa, escritora e cronista. Blogueira desde 2006. Lançou dois livros: "Internidades" - 2014 e Borboletas no estômago - 2008. (Já pode querer os dois como se não houvesse amanhã? \o/ ) 
Na verdade, há um bom tempão que eu a acompanho... tem um jeito todo seu de se expressar...batia cartão em seu blog...por isso, faço questão de compartilhar um pouquinho da sua poesia...
Meus blogs eram cheeeeios de frases e textos dela... 











...não vejo mais o tempo, não o subestimo,
quando o denomino de futuro
embora mal posso esperar para desvendar
o que já esteve me esperando por milênios
ficar quase sem o ar, e quase morrer, desesperar
ver teu rosto, teus traços se formarem
entre as digitais dos meus dedos que tremem
ver você realizar, ver você ser,
ver você me olhar


de alguma forma a gente soube
(ou saberá)
que o tempo da espera
é o caminho de se encontrar


.Cáh Morandi
Blog *** Facebook *** Tumblr *** Twitter



Divagações de uma pessoa a vagar.
O queridíssimo Zack Magiezi respira poesia..rs... e faz a gentileza de compartilhar um "cadim" com a gente...
É impressionante a sensibilidade com que se expressa...





Cartas...

Ao amor que ainda vai chegar. (2° carta)

Olá, espero que a sua semana tenha sido boa, espero que você tenha coletado pequenos detalhes e preenchido sua alma com cores e deslumbramentos secretos (tenho certeza que você faz isso, não sei o motivo dessa crença). Hoje pensei em você e em nossas mãos dadas, já reparou que o amor se faz presente dentro das mãos dadas que passeiam por aí, são pontes amorosas levando tudo de lá pra cá, mãos fazendo amor (em público). Tenho lido bastante e vou pensando que todos os meus escritores favoritos dizem coisas sobre você e sobre nós, talvez sejam profetas de uma grande história de amor e eu gosto de pensar dessa forma, espero a sua chegada como algo sagrado e transformador (eu sei que exagero em tudo). Tenho muita vontade de ser pai de uma pequena moça chamada Olívia, gosto do som e do movimento da língua quando pronuncio o nome da nossa garotinha feita de amor, penso nela assoprando bolhas de sabão em meus olhos e aquele sorrisinho faz com que eles ardam menos. Sei que esses escritos são pensamentos soltos e mal conectados, mas acho que sou um pouco assim e preciso te escrever para acalmar um pouco meu coração e alma, pois eu sinto que o melhor que sei fazer é amar e meu coração me cobra isso o tempo todo, eu sempre estou falhando nas outras coisas como se elas fossem pequenas demais e escorressem pelas grandes aberturas dos meus dedos, mas a sua mão de amor irá se ajustar a minha... um dia.
*
Boa noite
P.S : Você gosta de Sigur Rós? (
Zack Magiezi)


Blog *** Facebook *** 




Paradoxos

Fotografar palavras para que nenhuma imagem fique por dizer!

Poemografias de Heduardo Kiesse. 









Indicações: Indicado para o alívio de insuficiências afectivas, constipações provocadas por chuvas de saudade, cansaços de imaginação, vestígios de solidão ou frios de corpo e alma. 

Como usar: ”ParadoXos” deve ser tomado com líquido (um copo de vinho ou mais, consoante o peso, a idade e a vontade de prolongar a escassez de infinito), se possível durante a ingestão de sílabas ou de outro alimento qualquer.

Recomendações: Se estiver a amamentar evite medicar-se com “ParadoXos”. Pode causar sonos de passarinho, ânsias de infância e desejo de utopia. Se tem hipersensibilidade a gestos de ternura ou a qualquer outro ingrediente da ilusão, alergia ao instante mudo que antecede um beijo, ou dificuldades em bordar palavras em linhas de horizonte, não utilize “ParadoXos”. Aconselhamos o uso de poeticoterapias alternativas.

Dosagem: Recomenda-se uma ou duas doses por dia. Caso se esqueça de tomar “ParadoXos”, tome uma dose a dobrar para compensar a dose esquecida.

Composição: As substâncias activas são: Aroma de poesia, lápis de cor, espuma de paisagem, papéis rasgados, madrugadas de bolso, canas de bambu, madeira, areia, pedras, tijolos, arame e restos de sentimento.

Efeitos secundários: Não existem contra-indicações relevantes. No entanto, como todas as poeticoterapias, “ParadoXos” pode provocar ataque súbito de inspiração e sorrisos de boca inteira. Podem ainda ocorrer sensações de bem-estar em primeiro grau, poemices, alegria profunda e estados de paz interior. Se eventualmente surgirem sinais ou sintomas de vazio, deve colocar imediatamente uma vírgula na leitura e continuar no dia seguinte.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização de “Paradoxos”, fale com os botões que se encontram algures numa das imagens da embalagem.

Prazo de validade: Veja a data indicada no rótulo do seu coração.

Nota: Este produto pode ser adquirido sem receita poética. Depois de consumir, não o deixe fechado na embalagem. Deixe-o ao alcance de todos.


Partilhe...



Blog *** Facebook *** Vídeos fofos *** Youtube


A soma de todos os afetos


Fabíola Simões não é jornalista, nem publicitária; mas desde menina adora bordar histórias.
Mineira, mora em Campinas com o marido e filho  - menino de 8 anos que é uma das grandes inspirações para sua poesia e alegria. Dentista por formação e profissão inventa histórias para entender a vida e explicar o amor.











"A gente precisa de poesia dentro da gente. De alma perfumada e riso de criança. Às vezes o córrego da vida precisa de sal, de algo que nos desperte por dentro. Sinta-se recompensado se conseguir sentir. Se, de alguma forma, for tocado...
_ Fabíola Simões"



Ideias no Almaço




"Eu não preciso de uma biografia acerca do meu ser. Quem degusta meu blog, degusta meu coração!"



*** Blog *** Facebook ***



Marcelo Oriani



Marcelo Oriani é teimoso, egoísta e mentiroso
 compulsivo por falta de opção. Ator por paixão. Inventor de lembranças. Matador de aluguel de saudades. E escritor por não saber o que fazer com as mãos quando não tem ninguém para segurá-las. Não sabe falar de si mesmo na terceira pessoa sem sentir um pouco esquizofrênico.


Acidente Verbal
Molhada
A palavra 
Vidro
Escorregou 
Da boca
E ficou
Caída no chão
Quebrada
Sangrando
Até virar
Silêncio.

(Marcelo Oriani)

Fechadura
As palavras
Feito chaves
Quando certas
Destrancam
Silêncios.

Corte Seco
O caco magoa o pé
Que magoado
Vai embora
Chorando sangue.


Economico
Não me gosto 
Para gastar 
Meu gostar 
Com você.


Amanhã-ser
Te vai
Me acordando
Por dentro
Quando me diz
Bom dia
Com tua voz
De café.


INSTRUÇÕES PARA TERMINAR SEM DOR.
1. Compre um analgésico.
2. Tome um.
3. Espere fazer efeito.
4. Pegue uma tesoura.
5. Corte o laço.
6. E vá embora.



Saiu dos olhos levando a cor. Saiu do dia levando a rotina. Saiu da cama levando o sono. Saiu do coração levando o ritmo. Mas esqueceu de me levar junto quando saiu de mim. #microconto



(Ele também escreve micro-contos!!!)
Eu poderia escrever todas as poesias fofas dele aqui...

*** Twitter *** Facebook *** Tumblr ***



Domenico Massareto







*** Blog *** Facebook *** Twitter ***

Martha Medeiros

Martha Medeiros nasceu no dia 20 de agosto de 1961. É jornalista, escritora, aforista e poetisa brasileira. 
(E eu aaaamo suas citações!!)



A felicidade não mora num único endereço.
 Ela tem uma escova de dentes em cada lugar.
(Martha Medeiros)


Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente.
Martha Medeiros
- O que é felicidade?
Cada um define felicidade a seu modo. Há quem se agarre ao trinômio amor, saúde e dinheiro, que é uma benção, mas nem sempre basta. Felicidade tem mais a ver com o espírito do que com posses, mais com desprendimento do que com conquistas. Woody Allen tem uma frase genial. Diz ele: “Eu gostaria de fazer um grande filme, desde que isso não atrapalhe minha reserva para o jantar”. Claro que ele já fez grandes filmes, mas o cara sabe o que importa na vida. Para mim, pessoalmente, felicidade é estar em movimento. Com os dias se renovando e surpreendendo, estou feliz, mesmo quando triste. A paralisia é que me deixaria infeliz.
- O que te faz feliz?
Milhares de coisas que aos outros podem parecer pequenas. Descobrir uma banda nova para baixar no Ipod, um filme sensacional, boas risadas com as amigas, flertes, praia, shows, ter publicado um texto que as pessoas curtiram bastante, ir pra cama com um livro que estou adorando... E tem as alegrias supremas, como estar apaixonada.
- Por que a tristeza é importante?
Para se conectar com nossas fraquezas, para resgatar nossa humildade, para lembrar como funciona a engrenagem dessa
montanha-russa que é a vida.
- Existe hoje uma pressão para ser feliz?
Existe, mas as pessoas precisam entender que estar feliz não é dar bom dia para poste, não é fazer o jogo do contente por 24 horas.
A felicidade é um estado mental que não necessita ser externado através de atitudes efusivas. É a compreensão serena das nossas possibilidades e impossibilidades, é a negociação interna que fazemos para não se autoboicotar, é não entrar em pânico com o fato de estarmos aqui de passagem e fazer valer a pena essa jornada, em vez de desperdiçar tempo e energia com brigas, queixas, agressões, competições.
- Quais fatores são mais determinantes para a felicidade? É possível ser feliz sozinho? Dinheiro não compra felicidade, mas ajuda?
Pode parecer esquisito, mas ter uma relação amistosa com a ideia da morte ajuda muito. A morte é um balizador e tanto. Não a
de nossos filhos, pais, amigos – isso é uma tragédia mesmo. Mas a consciência tranquila da nossa própria morte pode ser
extremamente benéfica para que a gente dimensione corretamente o que vale e o que não vale nessa vida. A maioria das
coisas que nos acontecem são besteiras. A mim, ao menos, a única coisa que verdadeiramente interessa é a condição humana, os sentimentos. Dinheiro é ótimo – ótimo!!!! – mas ter um grande amor é a verdadeira loteria (amor mesmo, não bengala emocional). Porém, claro que também dá para ser feliz sozinho, os períodos de entressafras são igualmente vibrantes, divertidos.
- Somos capazes de lidar com a infelicidade?
É obrigatório lidar com a infelicidade. Não há quem não passe por momentos ruins, fases em que nada dá certo... É preciso saber extrair disso algo que nos fortifique e nos torne pessoas mais maduras. A infelicidade é uma contingência, não é definitiva, assim como a felicidade também não é. Precisamos aceitar que tudo é transitório. Há quem entre na esparrela de achar que uma vida triste tem mais glamour, é mais profunda, inteligente... De fato, o sofrimento é mais lírico que a alegria, mas, na vida real, esse lirismo não me consola. Sofro porque faz parte da vida sofrer, mas não
condecoro minhas lágrimas. Prefiro buscar as ferramentas disponíveis (as minhas: budismo, livros, amigos, astrologia, pilates, viagens, música, cinema, natureza) para manter a roda girando e honrar esse presente que é estar vivo.

"Queremos ter nossas ideias aceitas por todos, mas raramente nos colocamos no lugar do outro"




"O que nos identifica são os nossos medos, as nossas dores, as nossas saudades"

***Facebook ***

Eu poderia colocar todos os meus poetas e poetisas aqui...são uns...ããã...3535442,3453534...rs
Mas, resolvi poupá-los...
Hoje tudo por aqui está exalando a poesia, néanh?
...tenho meus cadernos de poemas e citações até hoje...eu e "azamigas" colecionávamos frases para ilustrar as "gorduchinhas"...carinhosamente era assim que chamávamos nossas agendas, onde passávamos as tardes recortando revistas para depois colar, juntamente com imagens e muuuuuiros inscrito fofos...cuidadosamente era tudo escolhido para que, com sorte, tivéssemos aquele dia especial eternizado naquelas páginas...
Hoje, não fazemos - e faz tempo - agendas...os caderninhos de citações estão guardadinhos...e reinam os blogs...
(Só trocamos o material...as agendas continuam mais vivas do que nunca...rsrs...através dos blogs!!!)

Creio que escrevi algo sobre "O livro das memórias"...ou coisa do tipo...bem...foi o que restou de todas as agendas...


Feliz dia da poesia! 


Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa 
da vida.
                                                 Apocalipse 2: 10c




Molts petons!!! Bona tarda!!
Hasta!!!

Sigam-me os bons:

*** @meninarosa *** Store menina rosa *** Instagram ***

 Facebook *** Flickr *** Micro-contos da menina 


2 comentários:

Bela Carapinheiro disse...

Eu não conhecia nenhum dos poetas, obrigada por encher minha alma de carinho <3

| A Bela, não a Fera |
| FB Page A Bela, não a Fera|

Menina Rosa Store disse...

Oi, Bela!!!
Woooong...fico feliz em poder contribuir!!!
Brigada!!
Bju!!!

Pin It button on image hover